sexta-feira, 30 de outubro de 2015

Justiça: negada proibição ao livro sobre Lampião “gay”
lampiao

lampiao
O recurso movido por Expedita Ferreira Nunes, filha de Lampião, junto ao STF, foi negado pelo ministro Luiz Fux. A ação busca impedir o lançamento de um livro sobre o cangaceiro em que o autor da obra afirma que o "fora da lei" era homossexual. O ministro destacou em sua decisão que "a censura em livros aniquila completamente o núcleo essencial dos direitos fundamentais de liberdade de expressão e de informação". O livro "Lampião e o Mata Sete" foi escrito pelo juiz aposentado Pedro Moraes.A família do cangaceiro, na figura de Vera Ferreira, neta de Lampião, conseguiu proibir a publicação, a doação e a venda da obra com a alegação de que se tratava de exposição desnecessária da sexualidade de Lampião. O autor entrou com recurso e na terça-feira (30/10) o desembargador Cezário Siqueira Neto definiu que "proibir o lançamento do livro é reprimir a liberdade de expressão". A sentença de proibição da obra foi derrubada por unanimidade, dois anos depois de proclamada

Nenhum comentário:

Postar um comentário