sábado, 7 de novembro de 2015


Consumo de Rivotril teve aumento surpreendente no Brasil

Em 2007 foram vendidas 29 mil caixas de medicamentos contendo clonazepam, princípio ativo do Rivotril. De janeiro a setembro deste ano foram quase 18 milhões, segundo a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Segundo o psiquiatra entrevistado pelo Repórter Brasil , Luiz Felipe de Oliveira Lima, o uso contínuo desse medicamento pode causar dependência, lentidão de raciocínio e perda de memória. "Além da dependência, ele traz outros problemas como se fosse a perpetuação do quadro de ansiedade, A hora que se tira a medicação ele volta muito mais ativo, trazendo picos de ansiedade maiores muitas vezes de quando o paciente começou a tomar", alerta. Remédios a base de clonazepam foram criados para tratar problemas neurológicos de ansiedade e epilepsia mas passaram a ser prescritos para aliviar tensões do dia a dia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário