BOE-04-IE.jpg
Por: Ricardo Boechat

O leilão de 150 mil toneladas de milho dos estoques oficiais na terça-feira 16 pode agravar o abastecimento do produto no Brasil. Será a segunda oferta em fevereiro e o governo só tem 1,4 milhão de tonelada em mãos. Se não chover em abril e maio, a segunda safra será afetada. Pior. Houve queda no plantio da primeira colheita de 420 mil hectares, ou seja, 7% da produção. A crise na oferta já obriga importar os grãos da Argentina, Bolívia e Paraguai. Aliás, volumes que tendem a crescer. De muito uso na alimentação animal e industrial, a saca de 60kg do milho vale hoje cerca de R$ 40,00, o dobro do valor há um ano.