quinta-feira, 25 de fevereiro de 2016


Pastor acusado de abusar sexualmente de mulheres dizia ter 'pênis abençoado'

Um pastor da zona rural de Aporé, no interior de Goiás, foi preso sob acusação de ter abusado sexualmente de várias mulheres da região. Valdeci Picanto Sobinho, de 59 anos, dizia ter "pênis abençoado" para estuprar as mulheres. Uma das vítimas, de acordo com o site Meio Norte, é uma jovem de 23 anos, que relatou o local onde os abusos aconteciam. "Muitas vezes, após os cultos, o Pastor Valdecir nos levava para um terreno nos fundos da igreja e pedia para a gente fazer oral nele até o espírito santo aparecer por meio da ejaculação", contou. Valdecir já responde por abuso contra idosas e nega toda as acusações. "Vocês estão prendendo um servo do Senhor e ainda se arrependerão disso. Espero poder continuar com meu belíssimo trabalho dentro da prisão", declarou, antes de acrescentar que teve um encontro com Jesus num bordel e que Ele lhe deu a missão de "distribuir o leite sagrado". A delegada responsável pelo caso, Denise Pinheiro, disse que a prisão ocorreu quando o preso esfregava seu membro no rosto de uma comerciante e que, sem oferecer resistência, ele ainda perguntou se a agente queria fazer parte do "reino dos céus", durante o trajeto para a delegacia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário