Marca escura na lateral de avião da Gol no aeroporto de Brasília provocada por fogo em turbina (Foto: Juliana Maglio)
Marca escura na lateral de avião da Gol no aeroporto de Brasília provocada por fogo em turbina

A turbina de um avião da Gol pegou fogo neste domingo (14) enquanto a aeronave se preparava para decolar do Aeroporto de Brasília rumo a Congonhas, em São Paulo. A aeronave teve de ser esvaziada. Pelo menos uma das janelas do avião que fazia o voo 1415 chegou a ficar trincada. Ninguém se feriu. O aeroporto não foi fechado nem houve atraso de outros voos.
De acordo com passageiros, o incêndio começou quando o avião estava deixando a área de embarque para taxiar. Segundo a Gol, os 145 clientes foram realocados em dois outros voos com destino a São Paulo.
A Inframerica, consórcio que administra o aeroporto, informou que cinco carros dos bombeiros foram acionados para conter o fogo e que o acidente não gerou atraso no sistema.
“Na janela de trás subiu uma chama que ‘fumou’ todas as janelas, na altura do [assento] 21C. O avião ficou completamente tomada pelo fogo. Os vidros trincaram. As pessoas se desesperaram, começaram a querer correr. Até que as labaredas foram controladas e pediram para a gente sentar”, afirmou ao G1 um passageiro, que não quis se identificar. (G1/Gabriel Luiz)