quinta-feira, 16 de junho de 2016

Políticos do Piauí precisam investir em obras estruturantes que gerem emprego, renda e riqueza!

Postado por Tomaz Teixeira 


Quem disse que rodoanel gera emprego e renda? Quem disse que duplicação de rodovias melhora a vida do povo que precisa de trabalho, progresso e de desenvolvimento?
Quantos empregos vão gerar os milhões investidos no rodoanel e naduplicação das rodovias federais BRs 316 e 343? Daí, esse tipo de obras serem consideradas estruturantes apenas para o tráfego, mas, sem gerar emprego e muito menos renda. Se deixarmos essas obras de responsabilidade do Governo Federal, para o DNIT, como fazem as grandes capitais, como São Paulo, a capital mais rica do país, que acabaResultado de imagem para ponte estaiada de sao paulode ganhar seu rodoanel, inclusive, com uma mega ponte estaiada, mas, com recursos pesados do Governo Federal, leia-se DNIT e apenas uma pequena partida do Governo de São Paulo. Enquanto isso, no Piauí, essas obras são feitas com recursos do tesouro estadual, ou seja, dinheiro de empréstimos Resultado de imagem para obras do rodoanel de sao paulo portal jogoabertode bancos estrangeiros, para um estado que mal pode pagar a folha de seus servidores, ter que bancar obras federais, uma excrescência política, que a imprensa deve ter a dignidade sim, de fazer crítica construtiva, para o bem do povo e do progresso do estado.
Daí, a dignidade de cobrarmos do Sr. Governador Wellington Dias, que não espatife como fez Wilson Martins, com R$ 2,1 bilhões, dos R$ 2.7 bilhões autorizados pela ALEPI, em obras que não se conhecem (não existem) pelo volume de dinheiro que sumiu e obras ninguém viu!
O nobre governador Wellington Dias precisa ter humildade para aceitar críticas e opiniões construtivas, afinal, a imprensa deve ajudar na orientação do povo, contra o esbanjamento de bilhões em obras que não vão trazer retorno nenhum ao progresso do estado. Ora, dinheiro do povo tem que ser investido na busca por retorno de emprego, riqueza e renda para o estado, buscando o progresso e desenvolvimento em cima de obras estruturantes, com inteligência e visão futurista.
1-    Daí, entendermos, que esses R$ 3.2 bilhões que o governador Wellington diz ter para aplicar em obras, que sejam direcionadas para o COMPLEXO INDUSTRIAL E PORTUÁRIO do VALE DO TIMONHA, nem que seja para ter um começo e depois passar para a iniciativa privada, isso, Resultado de imagem para Vale do Timonhaantes que os cearenses ocupem aquela área com um estaleiro Russo, que está negociando a sua vinda para o Ceará, se instalando no Vale do Timonha, entre Camocim e Cajueiro da Praia, nos tirando a chance de termos nosso mega POLO INDUSTRIAL E PORTUÁRIO DO TIMONHA, porto de mar, no local nunca antes pesquisado pelos medíocres políticos do Piauí. Uma vergonha!
2-    Concluir a RT - Rodovia Transcerrados - apenas iniciada por Wilson Martins, e esperançosamente devendo ser priorizada por Wellington Dias. Uma obra para escoar a nossa rica produção de grãos dos cerrados e que marcará com sucesso o seu terceiro governo.
3 - Recuperar a ferrovia entre Teresina e Luiz correia, abrindo umResultado de imagem para trem cargueiromercado de transporte barato de cargas e para o povo, inclusive aquecendo a economia da região norte do estado, especialmente no turismo, com trens do tipo VLTs. A ferrovia vai viabilizar a ZPE de Parnaíba, pois sem a ferrovia e sem o porto, a ZPE de Parnaíba será sempre uma piada, pois não vai vingar, como já vingou e forte a ZPE do Ceará, instalada dentro da área portuária de PECÉM.
4 - A barragem de Castelo é outra obra estruturante, gerando um grande lago e melhorando o fluxo d’água no Rio Poti, proporcionando Resultado de imagem para projeto sucroalcooleirolarga irrigação de frutos para exportação, piscicultura em tanques redes e vasta área de cana de açúcar, em Projetos Sucroalcooleiros,produzindo em larga escala açúcar e etanol, gerando milhares de empregos e renda garantida.
O dinheiro público tem que ser aplicado, como o dinheiro do empresário, ele tem que ser investido em projetos que tragam retorno de emprego, renda e riqueza para o seu povo, o resto é brincar de governar e espatifar o dinheiro do povo como tem acontecido sucessivamente por nossos governantes do Piauí.
CONCLUSÃO: - Enquanto isso, não temos porto, ferrovia, a transcerrado, barragens como a de Castelo e um projeto turístico de grandes redesResultado de imagem para a transcerrado piResultado de imagem para ferrovia teresina  luis correia piResultado de imagem para porto de luis correia pihoteleiras, para a explosão da indústria sem chaminés do turismo, em nosso majestoso Delta. Por que faltam tudo isso? Claro, devido a falta de políticos com visão de estadista. Temos rios perenes e nada produzimos, mais de 100 minérios, sem exploração, ouro, diamante, níquel, Opala, Petróleo e Gás Natural, um acervo turístico de fazer inveja aos nossos vizinhos, mas, sem projetos factíveis dirigidos para o progresso de que tanto necessitamos. Acorda Piauí! Chega de subdesenvolvimento. O Piauí não pode continuar sem nenhum mega (grande) projeto de desenvolvimento.
É o nosso duro e sério recado de hoje, doa a quem doer!!



Nenhum comentário:

Postar um comentário