sábado, 11 de junho de 2016


Passagem da Tocha Olímpica é marcada por protestos em Parnaíba


(Imagem: reprodução Facebook)
 A passagem da Tocha Olímpica ontem (09) por Parnaíba, foi acompanhada por vários protestos encabeçados por populares, estudantes e profissionais de diversas categorias. Alunos do Centro Estadual de Educação Profissional Ministro Petrônio Portela (Ceep), esperaram o símbolo olímpico com cartazes e gritos de protesto contra a paralisação da reforma do centro educacional, enquanto uma quadra foi inaugurada na 1ª GRE de Parnaíba no dia 09 de junho (dia da passagem da Tocha).
(Imagem: reprodução Facebook)
Quando o percurso passava em frente ao colégio, o carro que conduzia o governador Wellington Dias (PT) chegou a ser impedido de passar por uma barreira humana feita pelos alunos. Após o tumulto, a pista foi liberada. 

Alunos obstruem passagem do carro do governador
Wellington Dias. (Imagem: reprodução Facebook)
                               
Avenida Padre José Vieira
Indignados com as péssimas condições de infraestrutura da rua onde moram, um grupo de moradores da Avenida Padre José Vieira, no bairro de Fátima, aguardaram a passagem da Tocha Olímpica com protesto. Com faixas exibindo a frase “Senhor prefeito, até quando teremos que respirar esse mau cheiro?”, populares tentaram despertar a atenção do gestor municipal, Florentino Neto (PT), para necessidades mais urgentes na cidade, como ruas em péssimas condições, lixões e esgotos a céu aberto pelo município.


Vila Olímpica esquecida
Outro fator que gerou revolta nos quantos cantos da cidade com o anúncio do evento, são as condições da Vila Olímpica de Parnaíba, onde já foram gastos 15 milhões de reais em algumas quadras que mal tiveram a estrutura levantada. Além disso, devido o abondado, o que foi construído está se deteriorando com a ação do tempo e com o vandalismo.

(Foto: Blog do Fumachú)
Abandonada, obras da vila estão se deteriorando. (Foto: Blog do Fumachú)
Vereador Carlson Pessoa já fez inúmeras denúncias do caso. (Foto: Blog do Fumachú)
(Foto: Blog do Fumachú)


Por Luzia Paula e José Wilson



Nenhum comentário:

Postar um comentário