quinta-feira, 25 de agosto de 2016

Impeachment: aliada de Dilma se contradiz sobre golpe


Gabriel Garcia
De Brasília
A senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM) reconheceu que o impeachment da presidente afastada Dilma Rousseff não se trata de um golpe à Constituição Federal. Na abertura da sessão destina à fase final do processo, Grazziotin direcionou ao presidente do Supremo Tribunal Federal, o ministro Ricardo Lewandowski: "Devemos julgar a presidente pelas contas, embora o rito definido (pelo Senado e pelo Supremo) esteja devidamente correto".
Para desmontar o discurso dos aliados de Dilma, o Tribunal de Contas da União (TCU) já rejeitou as contas da presidente Dilma, além de apontar uma série de irregularidades.
Neste momento, o Senado analisa questões de ordem sobre o processo de impeachment de Dilma Rousseff.

Nenhum comentário:

Postar um comentário