segunda-feira, 29 de agosto de 2016


NOTÍCIAS  DIVERSAS: PIAUÍ- BRASIL

Pronunciado como autor do assassinato do jovem Alan Lopes Lopes Rodrigues da Silva, o ex-soldado da Polícia Militar do Piauí, Igor Gabriel de Oliveira foi declarado foragido da Justiça após a decretação de sua prisão pela Juíza da 2ª Vara do Tribunal do júri Popular de Teresina, Dr. Zilneia Gomes Barbosa da Rocha. O crime aconteceu dia 20 de fevereiro deste ano, num posto de gasolina na av. João XXIII após discussão numa boate da zona leste. Depois do homicídio, um inquérito Policial Militar(IPM), revelou que Igor já tinha antecedentes e acabou expulso da PM e entregue a justiça.

PRONUNCIA E LIBERDADE
Após o crime, Igor foi recolhido ao QCG da PM até a conclusão do IPM. Paralelo ao IPM foi feito o inquérito civil pela delegacia de homicídios. Ele foi indiciado, denunciado e pronunciado. Mas, o próprio juiz que deu a pronuncia, Jesus Noleto, o colocou em liberdade.

A FUGA
Com a liberdade concedida, o Ministério Público através do Promotor João Benigno recorreu e a juíza Zilneia Gomes Barbosa mandou prender o ex-soldado novamente. Mas já era tarde, ele fugiu e está num lugar incerto e não sabido. Por isso, foi declarado foragido da justiça.

A FARRA CONTINUA
Dos 260 presos que ganharam liberdade temporária para o dia dos pais, quatro ainda não retornaram. Para eles, a festa continua em lugar incerto e não sabido. Quando o preso sai nessa condição e não retorna no prazo previsto, perde alguns benefícios concedidos por Lei.

REGRESSÃO DE PENA E OUTROS
Dentre os benefícios que o detento deixa de ter estão: a progressão da pena, que passa para regressão e a liberdade do semi-aberto que volta para o fechado. E ainda, perde por 20 dias, o direito de receber visitas.

PARECE, MAS NÃO É.
Quem vê o candidato a prefeito de Teresina, Everton Diego vestido numa camisa vermelha, cabeludo, barba grande e um anel de tucum no dedo, pensa logo que ele é do PT. Mas, o Professor Diego jura com a mão na bíblia que nunca foi filiado ao partido de Dilma.

PERGUNTA NA TRIBUNA
Quando a senadora Gleisde Horffm(PT), diz que nenhum senador ou senadora tem moral para julgar e cassar a presidente Dilma, ela está falando inclusive, dela mesma?

É GRAVE A CRISE

É tão grave a crise no setor empresarial, que tem empresa reduzindo pela metade os custos dos comerciais em radio, TV, jornal e portal, para não retirar do ar.

DIFUSORA PARA O MUNDO
Vovó da radiofonia piauiense(1948), a rádio Difusora de Teresina AM 1370kz prepara-se para migrar para FM. A emissora agora, está disponível também na internet. O endereço é: portalrdt.com.br

ELEIÇÃO EM BARRAS
De Barras, vem a informação de que, pessoas ligadas ao prefeito Edilson Capote tentaram comprar os votos de uma família inteira. O caso foi parar na Delegacia e o Ministério Público abriu investigação.
CANDIDATO DESCOBRE QUE BURRO SOFRE MUITO

PEDIDO INUSITADO
Flagrado puxando uma carroça no lugar do burro, o candidato a prefeitura de Teresina Amadeu Campos(PTB), justificou: “atendi um pedido de minha filha que é defensora dos animais. Ela gosta mais deles do que de mim. Descobri com esse gesto, que o burro da carroça sofre muito”, disse o candidato na TV Antena 10.

ADEUS PTB
O prefeito de Palmeirais, Paulo César (PTB), vai sair do PTB. Disse que vai para onde o senador João Vicente mandar. Levará todo o seu grupo político, inclusive o filho Bruno, que acaba de assumir uma cadeira na Câmara Municipal de Teresina. Paulo César poderia, mas não vai para a reeleição.

NOTAS & NÓTULAS
*Percorri toda a extensão do rodoanel de Teresina. É uma obra para sempre. É uma Transamazônica nas matas da capital piauiense.

*A obra está pronta e deve ser inaugurada em outubro. Obra de três governos, Wilson, Zé Filho e Wellington. Mas, foi Wilson Martins quem fez 80%.

*Ninguém segura o River na volta para série D. Nem mesmo o prêmio de 30 mil reais estimulou os jogadores para vencer o Confiança.

*Passou batido o aniversário de 43 anos do Albertão dia 26. Hoje, é um estádio completamente fora dos padrões do Estatuto do Torcedor. Precisa de reformas urgente.








Nenhum comentário:

Postar um comentário