quinta-feira, 24 de novembro de 2016


Faltando 16 dias para fim do prazo, municípios estão sem prontuários eletrônicos

Image-0-Artigo-2164176-1Com menos de 16 dias para o fim do prazo para que os municípios implantem o sistema de Prontuário Eletrônico do Cidadão (PEC) nas unidades básicas de saúde ou apresentem suas justificativas para o Ministério da Saúde, o Ceará se articula para ampliar os prazos de mudança e evitar que os recursos federais destinados aos serviços de Atenção Básica sejam suspensos, caso os municípios nãos cumpram a determinação, como foi prometido.
De acordo com o presidente do Conselho das Secretarias Municipais de Saúde do Ceará (Cosems-CE), Josete Tavares, os municípios cearenses não conseguem atender à exigência no prazo, com exceções de Horizonte, Itaiçaba, Itatira, Russas, São Gonçalo do Amarante, Sobral e Tauá.
"Preocupados com o prazo exíguo e o período de transição na gestão dos municípios, em função do recente pleito eleitoral, a Secretaria da Saúde do Estado e o Consems montaram um projeto piloto com essas cidades para fazer a transição. Se der certo, vamos chamar os outros municípios para que eles possam aplicar essa estratégia", explicou Tavares.
DN Online

Nenhum comentário:

Postar um comentário