domingo, 27 de novembro de 2016

NOTÍCIAS DIVERSAS: PIAUÍ - BRASIL

O que dizer de Fidel Castro, morto neste sábado em Havana? Nada, apenas que morreu um ditador, sanguinário, cruel e, sobretudo, corrupto. As custas do sangue e do suor do povo cubano construiu em 50 anos para ele e sua família, um patrimônio de fazer inveja reis, rainhas, príncipes, presidentes, ou mesmo ditadores outros espalhados pela face da terra. Fidel e sua família são donos de mais da metade do PIB cubano. Essa lorota de que desenvolveu Cuba, distribuiu renda, ajudou os pobres, isso todos eles dizem. Pode ter feito todas as benfeitorias do mundo por lá, mas ficará na história como um dos ditadores mais violentos da história da humanidade. No Brasil, tivemos vários ditadores, entre civis e militares. Mas todos morreram sem riqueza, com um padrão de vida compatível. Aliás, teve ditador militar no Brasil que para ser sepultado fizeram uma “vaquinha” entre amigos.

A DELAÇÃO DO FIM DO MUNDO
A deleção dos 70 executivos da empreiteira Norberto Odebrech vai provocar um tsunami na política brasileira. O negócio é tão violente que deixou assustados os ministros do STF. Eles temem pela democracia do país. As delações alcançam 200 políticos de quase todos os partidos. Essas delações vão ditar as regras do jogo político de 2018. Quem hoje está elegível, poderá não estar no próximo pleito. Mas tudo isso vai depender também da justiça. Como no STF os processo não andam, há quem aposte que nada vai mudar até a nova eleição.

NO PIAUÍ
Comentários de bastidores dão conta de que no Piauí, pelo menos cinco políticos estão citados na delação dos Odebrech. A conferir.
JUSTIÇA LENTA
O STF levou nove anos para julgar o primeiro pedido de denuncia contra o senador alagoano Renan Calheiros. Ele ainda tem mais 11 inquéritos nas costas. A se manter essa lentidão, o último só será julgado daqui a 108 anos, quando todos nós, réu, ministros e jornalistas estivermos de ossos brancos.

LENTIDÃO
Lento mesmo quem está é o Sr. Michel Temer quando o assunto é demissão. Gedel só foi demitido após (na verdade ele foi estimulado a sair), a noticia de que o ex-ministro da Cultura gravou o diálogo que teve com o presidente. Temer deixou a crise tomar corpo e alma e virar fantasma pra cima dele.
O IMPEACHMENT DE TEMER
Com a queda de Gedel o PT já fala em pedir o impeachment de Michel Temer. Não foge a regra. Ao longo de sua existência o PT pediu o impeachment de todos os presidentes, menos é claro, de Lula e Dilma por motivos óbvios.

LEITÃO
A revista Época descobriu um pouco da história de Gedel ainda estudante em Brasília. Filho de um deputado federal da Bahia, ele foi contemporâneo de Renato Russo(Legião Urbana). Na biografia do cantor, ele diz que Gedel tinha um apelido de “sunio”, e não gostava de estudar. Por isso, foi vetado no grupo de trabalhos escolares de Russo.
É, PODE SER
Em Assembleia, professores da Universidade Federal do Piauí decidiram não aprovar a proposta de greve. Motivo: faltou quórum. Comentando o fato, o internauta José Junior Cabral, do Planalto Uruguai fala: “desde quando houve quórum para aprovação de greve por lá? Ou será que tem a ver coma decisão do STF de descontar salário de grevistas?”

LEI OBRIGA OPERADORA PUBLICAR EXTRATO
De autoria do deputado Rubem Martins, foi sancionada pelo governador Wellington Dias, a Lei 6.886 que obriga as operadores de telefonia publicarem em seus portais, o extrato detalhado de contas das chamadas telefônicas e serviços utilizados. A referida lei aplica-se ao sistema pré-pago.

SEBASTIÃO MARTINS HOMENAGEADO
O desembargador Sebastião ribeiro Martins, foi homenageado em São Paulo pelo Colégio Permanente de Corregedores Gerais dos Tribunais de Justiça do Brasil. Ele foi agraciado com a “Medalha de Honra ao Mérito Desembargador Décio Antônio Erpen”, pelos notáveis serviços a causa da justiça brasileira. A homenagem deu-se por ocasião do 73º (ENCOGE) – Encontro de Corregedores Gerais dos Tribunais de Justiça do Brasil. Sebastião Martins comandou a Corregedoria do TJ/PI no biênio 2014/15.

DEU PT NA DECISÃO DE N.S.DOS REMÉDIOS
O voto de Minerva do presidente do Tribunal Eleitoral, desembargador Joaquim Santana favoreceu ao candidato “Manoel do Fernandinho”(PT). É ele quem vai tomar posse como prefeito de N.S. dos Remédios dia 1º de janeiro, afinal, ele foi o eleito pelo povo.

CABEÇA DE JUIZ...
Diz o vereador Zeba da coligação derrotada em N.S. dos Remédios que, “a Justiça que manteve o prefeito eleito, sem ele ter se afastado dos dois cargos quem tem na CUT e na FETAG, é a mesma que indeferiu a candidatura da vereadora Ivete Medeiros, eleita este ano, com 368 votos porque ela não se afastou do emprego na prefeitura.”

NÃO ACABOU
Por isso, animados com a decisão do TRE/PI que, por 5x1 cassou a vereadora eleita só porque ela não se afastou do emprego, os perdedores vão ao TSE. Contam com o Parecer favorável do Procurador Tran Van Van Feitosa e três votos da corte, dentre esses, o do juiz federal.
NOTAS & NÓTULAS
*A cidade de Bocaina está sendo administrada pelo presidente da Câmara. O prefeito se afastou para tratamento de saúde. Em Teresina ele faz hemodiálise 3 vezes por semana.


Nenhum comentário:

Postar um comentário