quinta-feira, 24 de novembro de 2016

* NOTÍCIAS  DIVERSAS: PIAUÍ - BRASIL

TRE PODE CASSAR O 1º PREFEITO ELEITO EM 2016
O Tribunal Regional Eleitoral do Piauí poderá cassar ainda esta semana, o 1º prefeito entre os eleitos em 2016, cuja eleição aconteceu dia 3 de outubro. A sessão histórica vai acontecer nesta sexta-feira, a partir das 9 horas no plenário da corte. Apenas um voto decidirá a sorte do prefeito eleito de Nossa Senhora dos Remédios, Manoel do Fernandinho (PT). Ele foi eleito com 3.094 sufrágios, ou seja, 50.10% dos votos válidos, contra 3.084, 49.90% dos votos válidos, dados ao seu adversário José Alexandre(PMDB), que tentava a reeleição. A decisão será através do voto de Minerva do presidente do TRE, desembargador Joaquim Santana Filho.
EMPATADOO julgamento do processo contra o prefeito começou no inicio da semana e acabou empatado em 3x3. Para decidir, o presidente da corte pediu vistas e garantiu devolver com seu voto na sexta-feira.
NEM ERA CANDIDATO
Manoel do Fernandinho não era candidato a prefeito em N.S. dos Remédios. Aliás, seu nome verdadeiro é Manoel Lages. Mas, para homenagear seu padrinho político colocaram “Manoel do Fernadinho”.
SUCESSÃOEssa história começa com a morte do prefeito da cidade, Francisco Pessoa de Brito, o Tintim, em 19 de abril deste ano. O vice Zé Alexandre assumiu e rompeu como grupo do falecido. O filho do morto, Fernando Brito, o Fernandinho, se lançou candidato contra o novo prefeito.
BARRADO NO BAILEUma Ação do Ministério Público cassou o seu registro porque seu pai (o falecido), já havia sido reeleito, por isso, o deixou inelegível. Fernandinho então, de última hora lançou Manoel Lages com o nome de “Manoel do Fernandinho”, que acabou vencendo com 12 votos de diferença.
MOTIVO DA IMPUGNAÇÃOAinda no registro da candidatura de Manoel o bloco do prefeito Zé Alexandre entrou com Ação de Impugnação de sua candidatura, alegando que ele tem cargo de direção na CUT e não se afastou como manda a Lei. A decisão sai nesta 6ª feira.
OUTROS NA MIRA DA JUSTIÇAUm famoso escritório de advocacia com sede em Teresina, garante através do seu titular que, ao menos três prefeitos, de três cidades importantes do Piauí, serão cassados até meados de 2017. Todos por abuso do poder e compra de votos. A conferir.
O 1º CASSADOEnquanto isso, em nível de Brasil, saiu a 1ª cassação de eleitos este ano. Trata-se do prefeito eleito de Belém(PA), Zenaldo Coutinho(PSDB). Ele teve sua candidatura cassada nesta 3ª feira, pelo Juiz da 1ª Zona Eleitoral da cidade por abuso do poder. Cabe recurso.
PIAUIENSE COMANDARÁ A 2ª MAIOR CIDADE DO MARANHÃOUm piauiense de Teresina, vai comandar a 2ª maior e mais importante cidade do Maranhão, Imperatriz. Trata-se do prefeito eleito Francisco de Assis Ramos(PMDB). Delegado de Polícia, Assis Ramos(nome de guerra), obteve 38.600 votos, 29.16% dos válidos. O 2º colocado, Ildon Marques(PSB), ficou com 36.122 votos, ou seja, 27.28% dos válidos.
CONFIANÇAAssis Ramos foi Delegado Regional em Imperatriz, respondendo por diversos municípios, conquistou a simpatia e confiança do povo por reduzir os índices de violência na região. Ao todo, a disputa teve cinco candidatos. A 3ª colocada, Rosangela Curado(PSDC), obteve 28.967, 21.92% dos válidos.
ADEUS AS ILUSÕESPresidente do PR do Piauí, o deputado Fabio Xavier disse aos jornalistas nesta terça-feira na Assembleia Legislativa, que acabou a parceria dele com o deputado Silas Freire. “Em 2018, meu candidato federal será o capitão Fabio Abreu”. Não explicou os motivos.
REELEIÇÃOO Senado vota nesta quarta-feira em 2º turno, o projeto que acaba com o instituto da reeleição. A proposta segue para a Câmara Federal e, se for aprovado, já vale para 2018.
ME CHAMA, QUE EU VOUTem gente que olha toda hora para o celular para ver se aparece seu nome entre os novos secretários do prefeito Firmino Filho. É que, o prefeito utiliza aplicativos das redes sociais para anunciar os nomes.
ASSEMBLEIA DA UNIMEDSe nada mudar, será nesta quarta-feira, 23, a Assembleia Geral dos Cooperados da Unimed que visa destituir a atual diretoria. A Justiça negou pedido de liminar para suspender a Assembleia. Mas, até a hora da reunião pode haver surpresas.
NOTAS & NÓTULAS
*Ainda sobre N.S. dos remédios, quem perder nesta 6ª feira no TRE vai apelar para o TSE em Brasília.
*O PP quer aumentar sua fatia no bolo administrativo do Estado. O partido aguarda audiência com o governador para discutir o assunto.
Autor: Pedro Alcântara



Nenhum comentário:

Postar um comentário