quarta-feira, 7 de dezembro de 2016


* NOTÍCIAS  DIVERSAS :  PIAUÍ - BRASIL

FRAUDADORES DE CONCURSO FAZEM DELAÇÃO PREMIADA E GANHAM LIBERDADEAo menos sete dos 25 presos na operação Vigiles que desarticulou uma organização criminosa em fraudar concursos públicos no Piauí, aceitaram acordo de “Delação Premiada”. Os nomes não foram revelados. Eles prestaram depoimento e já estão em liberdade. Outros tentam acertar, dentre eles, o advogado Evilásio Rodrigues de Oliveira, apontado pela Polícia com o mentor intelectual das fraudes. O grupo fraudou ou tentou fraudar quatro concursos importantes no Estado. Em 2014, o do Tribunal de Justiça e o Enem. Em 2015, o do Corpo de Bombeiros e em 2016 o de Agente Penitenciário. O Enem e o do Tribunal de Justiça não foram suspensos e nem anulados.
SUSPENSOSOs concursos de Agente Penitenciário e do Corpo de Bombeiros estão suspensos. No caso dos Agentes, o secretario de Justiça, Daniel Oliveira informou que a Polícia está investigando e que, enquanto durar as investigações o certame continuará parado.
BOMBEIROSJá o do Corpo de Bombeiros os aprovados estavam finalizando o curso de aperfeiçoamento. Ao Comandante , coronel Federico informa que o certame pode ser anulado.
SAMUEL, O PRIMEIROPelas redes sociais, o prefeito Firmino Filho confirmou que o vereador Samuel Silveira é o único até aqui que foi convidado por ele para assumir uma secretaria. Trata-se, da pasta da Ação Social. Mas, fala-se em outros nomes. Seriam a quatro vereadores.
UM VETERANO NA CÂMARACaso se confirme a informação de que o prefeito Firmino Filho colocará o vereador Zé Filho(PT do B), para secretario da Juventude, um veterano da política municipal de Teresina estará de volta ao parlamento municipal.
UM VETERANO 2Trata-se, de Nilson Cavalcante. Ele foi eleito pela primeira vez em 1988 pelo PFL. Depois, se reelegeu em 1992 pelo mesmo partido. O PFL se acabou e Nilson se filiou ao DEM de onde foi expulso. Foi para o PSC e lá não deu certo. Acabou se filiando ao PT do B.
EM VETERANO 3Neste pleito Nilson Cavalcante ficou na 1ª suplência, que pode lhe dá o retorno a Câmara 28 anos após sua primeira eleição. A conferir.
APOSENTADOS RECLAMAMAposentados da prefeitura de Campo maior reclamam que há quatro meses não recebem seus proventos. Salario é alimento. Com a palavra o prefeito Paulo Martins(PT).
PODEROSOS GRUPOSNa nota que distribuiu sobre sua suspeição decretada pelo juiz da 3ª Zona Eleitoral de Parnaíba a pedido do prefeito eleito Mão Santa, o Promotor Antenor Filgueiras, diz que “poderosos grupos querem colocar amarras em promotores e juízes”. Que grupos são esses Dr.?
RECURSONa nota, o Promotor informa a quem interessar, que respeita a decisão do juiz em afasta-lo do caso por suspeição, mas que dela vai recorrer por ser um direito constitucional. Ok.
E MAISAinda na nota, o Promotor diz que “confio na Lei, na Justiça dos homens, mas, principalmente, na justiça de Deus”. Ah, bom!
QUEM É ELE?Informa fonte da coluna que, o movimento de anteontem em frente a Assembleia, onde, dezenas de pessoas foram trazidas do interior para protestar conta a PEC 55, teria sido patrocinado por um deputado estadual que é secretario, com apoio presencial de um vereador de Esperantina.
MORDOMIAAs pessoas que participaram do evento foram muito bem tratadas. Vieram em ônibus de luxo com ar condicionado e TV. Aqui, receberam quentinhas com salada, carne, frango, calabresa, suco, água mineral e sobremesa de sorvete.
PAGAMENTOConsta que, cada integrante das caravanas que vieram do interior, recebeu R$ 50. A maioria nem sabia do que se tratava. A Pastoral do Imigrante assumiu a realização o ato, segundo informou Irmã Antoniani.
CRIME CULPOSOO advogado do publicitário Moaci Jr. acusado de atropelar e matar duas pessoas do Movimento Salve Rainha, já tem pronta a tese de defesa para o Júri Popular. Dirá que se trata de um crime Culposo, ou seja, apenas um acidente, quando não há intenção de matar.
CADÊ A PROVA?O advogado sustentará essa tese, porque não fizeram exame de alcoolemia em seu cliente. Nem bafômetro muito menos coleta de sangue. Por quê será que não fizeram, hein?
BARROUA Justiça Federal do Maranhão barrou o projeto de fechamento de 13 agências do Banco do Brasil naquele Estado. A Ação partiu do Procon. Aqui, no Piauí está programado o fechamento e a transformação de agências em postos de atendimento. Será que o nosso Ministério Público vai assistir tudo isso de braços cruzados?
VALE A PENA TENTARPor favor, Sras. e Srs. do MP piauiense mexam-se. Façam alguma coisa, porque se depender do banco ele fecha mesmo. Pelo menos tentem barrar essa iniciativa como fez o MP do Maranhão. O banco é estatal, mas, o povo não foi ouvido e nem será. A decisão veio de cima para baixo. O MP é o defensor da sociedade. Ou não?
NOTAS & NÓTULAS*Finalmente, a assessoria do MPF passou a citar o nome do juiz que decide a demanda ajuizada pelo órgão.
Autor: Pedro Alcântara




Nenhum comentário:

Postar um comentário