sexta-feira, 31 de março de 2017

Operação recupera meio milhão do assalto da Servi San e prende 15 assaltantes

Em coletiva, a Polícia Civil do Piauí apresentou nesta sexta-feira (31) os presos da operação “Tríade paulista” e informou que foram recuperados meio milhão roubados do assalto milionário da empresa Servi San. Em dezembro do ano passado, quadrilha especializada levou mais de R$ 15 milhões. 
O assalto a Servi San contou com a participação de um ex-funcionário da empresa, um estudante de Direito, totalizando 10 suspeitos entre piauienses e paulistas. A Operação Tríade, que investigou três ações criminosas, prendeu 15 pessoas. Entre os líderes, estão dois irmãos paulistas.
O secretário estadual de segurança, Fábio Abreu, informou que o grupo planejou a ação contra a Servi San por oito meses e que mais pessoas devem ser presas. O grupo fugiu com o dinheiro roubado usando um caminhão-baú, de Teresina a São Paulo. 
"Nossa investigação iniciada pela Servi San, além das outras ocorrências, chegou à conclusão que alguns suspeitos estavam nas três ações delituosas. Resolvemos dar cumprimento em um dia só, já que a maioria reside em São Paulo. Vamos apresentar essa quadrilha de 15 indivíduos à Justiça do Piauí, que atendeu às nossas demandas. Hoje estamos com 90% dessa investigação finalizada, porque temos outros nomes aparecendo", declarou.
Ele completou: "Eles fizeram um estudo, pelo que nos relataram. Ao todo, foram oito meses de planejamento, abordaram ex-funcionários, que recrutaram outros suspeitos. Eles alugaram um caminhão baú e, após a ação, saíram do estado com esse caminhão até o estado de São Paulo com esses recursos roubados", completou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário