Temer pode permanecer elegível mesmo se chapa for cassada, afirma Mendes
Foto: Reprodução / Agência Brasil
O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes, afirmou que, mesmo que a chapa Dilma-Temer seja cassada, o presidente Michel Temer pode permanecer elegível em 2018.
Mendes argumentou que decisões como essa têm sido recorrentes nos tribunais regionais eleitorais. “Em tese, o tribunal (TSE) tem cassado a chapa, mas ressalvado a inelegibilidade daquele que não teve participação (no ilícito)”, afirmou o ministro. Mesmo com Temer já tendo negado interesse em uma eventual candidatura em 2018, especulações dão conta de que ele poderia participar de uma corrida pela reeleição.
Mendes também afirmou que uma ameaça à estabilidade política do país pode pesar na decisão dos ministros de cassar a chapa, o que faria o presidente perder o mandato. “Sempre se consideram essas questões. Não temos juízes de Marte. Temos juízes do Brasil e todas as circunstâncias levamos em conta”, afirmou. (BN)