segunda-feira, 17 de abril de 2017


Ciro Gomes diz que generalização dos políticos põe em risco a democracia

Para o ex-governador do Ceará e ex-ministro Ciro Gomes (PDT), “o pior dos mundos é incitar a opinião pública, o que coloca em risco a democracia”. A declaração do pedetista foi dada ao Estadão, nesse fim de semana, que abordou presidenciáveis que ficaram de fora da lista de Fachin.
Ciro Gomes lamentou a generalização que os investigados no STF causaram na sociedade. “A pena política não pode ser a mesma de alguém que recebeu R$ 50 mil com recibo e de outro que vendeu uma medida provisória”, ressaltou.
Marina Silva (Rede) e Jair Bolsonaro (PSC) também foram procurados pelo Estadão. Enquanto a ex-ministra do Meio Ambiente no governo Lula colocou que “o poder de partido falou mais alto do que o poder de nação”, o deputado federal afirmou que “se o povo reeleger o atual Congresso (no próximo ano), ele merece o poder que tem”.
 
 
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário