quarta-feira, 6 de setembro de 2017

Metade das mulheres perde emprego 12 meses após o parto

Licença-maternidade dura de 120 a 180 dias no Brasil; lei garante estabilidade no emprego até cinco meses depois do início do benefício.
 
Metade das mulheres perde o emprego até 12 meses depois do início da licença-maternidade. Isso é o que mostra pesquisa divulgada hoje pela FGV - Fundação Getulio Vargas, que analisou as consequências da licença-maternidade para o mercado de trabalho. Pela lei, as trabalhadoras com registro em carteira têm estabilidade no emprego até cinco meses após o parto. A partir daí, a estabilidade acaba e elas podem ser demitidas a qualquer momento.
 
 
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário