quarta-feira, 25 de outubro de 2017

Temer teve obstrução urológica, informa Palácio do Planalto

Resultado de imagem para obstrução urológica michel temer 
O presidente Michel Temer foi levado para um hospital nesta quarta-feira (25) em Brasília porque sofreu uma "obstrução urológica", informou em nota a Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República (leia a nota ao final desta reportagem).
Antes da divulgação da nota, o secretário de Comunicação Social da Presidência da República, havia informado que Temer "saiu caminhando" do Palácio do Planalto.
A informação sobre o mal estar de Temer foi antecipada pela jornalista Andreia Sadi, na GloboNews.
De acordo com informações obtidas pelo G1 no Planalto, o presidente sentiu dor em razão de um problema urológico e foi levado para o Hospital Militar de Área de Brasilia, onde fez exames.
Ele chegou ao hospital em carro oficial, acompanhado da ambulância da Presidência, e entrou no hospital andando.
No último dia 10, a TV Globo informou que o presidente tem obstrução parcial em uma artéria coronária que pode exigir um cateterismo, procedimento para desobstrução.

Leia nota divulgada pelo Palácio do Planalto:

NOTA À IMPRENSA

O Presidente Michel Temer teve um desconforto no fim da manhã de hoje e foi consultado no próprio departamento médico do Palácio do Planalto.
O médico de plantão constatou uma obstrução urológica e recomendou que fosse avaliado no Hospital do Exército, onde se encontra para realização de exame e devido tratamento.

Secretaria Especial de Comunicação Social da Presidência da República
 
 
 
 
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário